A Fé. 

Faz um ano hoje que em uma manhã fria e ensolarada enquanto dirigia para o trabalho resolvi plantar essa semente: Escrever um blog. Naquele dia pensei que eu escreveria muito. Escrevi muito pouco. Mas o que está escrito foi sentido, vivido. Foi sincero. 

Hoje vou continuar a plantação com fé. 

Há que se ter fé. Muita. Pouca não me serve. 

Ter fé, acreditar, ter convicção, dar crédito. 

Sim. Eu dou. 

Prefiro pecar pelo excesso da boa e velha: fé. 

Sou de boa fé. E creia, não costumo me encontrar com aqueles da má. 

A cada nova manhã deposito fé que o melhor virá, que tudo certo dará e que o sol brilhará em cada canto da vida em que habito. 

Me exercito na tarefa de acreditar naquilo que eu quero criar. 

Tantos obstáculos aparecem. Eu continuo na fé, de que essa semente forte há de germinar, enraizar, brotar, florir e frutificar, enchendo a vida daquilo que minha alma anseia, do que meu espírito precisa. De que nesse florecer outros seres, como você, possam ser abençoados e contagiados com o dom da Fé! 

Namastê! 


Arte de Claudia Trembla. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s