“Namastê! Te vejo na aula de Yoga!”

Outro dia a Tati Gradim pediu para que eu escrevesse alguma coisa sobre yoga, para o novo blog dela. Fiquei feliz! Yoga deve ser a coisa que eu mais gosto na vida e no início deste ano fiz um propósito comigo mesma de que compartilharia com o mundo esse meu lado “Zen”! 1,2,3 e já!!!

Imagino que quem já conhece ou pratica Yoga se sente da mesma maneira que eu. Mas e quem não conhece? E quem tem uma ideia do Yoga baseada em fatos não reais? E quem me lê? E você? Falar de mim, e porque Yoga é tudo pra mim, é fácil! Mas no meu sonho, eu motivo você a ter a sua própria experiência. E a gostar dela.  Qual é a coisa que você mais gosta de fazer na vida? Todo mundo gosta muito de várias coisas, um monte delas, enfim, você sabe, tem esse monte de gente com tanto gosto diferente!  E tanta vida diferente! E da vida a gente não vive só o que é de gosto! Temos os problemas, as obrigações, imprevistos, afinal a vida é esse monte de momentos que vão acontecendo sem parar entre o “eu gosto muito” e o “eu desgosto”. E o Yoga é para a vida como um suporte, um corrimão!

Gostaria de poder falar sobre isso, com você aqui, junto a mim, porque o significado da palavra Yoga é União. Yoga é a experiência de união. E não dá para falar sobre esta sensação sem falarmos direto ao coração! Yoga é individual, por isso essas perguntas: e você? E como você faz para não enlouquecer com tudo o que precisa realizar, todos os dias, tantas vezes, e tantas sem o querer?

Yoga é quando apesar de tudo e de todos lá fora, estamos em um estado de união com nós mesmos, com tudo e todos que nos rodeiam. Não vou falar em Deus, espírito ou religião. Pois para o Yoga, você e Deus são o mesmo! Daí vem o famoso cumprimento Yogue, Namastê, que resumidamente quer dizer: o divino em mim saúda o divino em você. “Namastê para você!”

Yoga é uma filosofia de vida milenar, vinda da Índia. Caminha junto ao sistema de cura, também ancestral, denominado Ayurveda, a medicina indiana. De certa forma, o Yoga pode ser considerado um método de prevenção e cura usado por esta medicina, ou seja, um remédio! Desde que o Yoga começou a se popularizar no mundo, desde que os hippies descobriram esta “pílula” e começaram a trazer o conhecimento para o ocidente, muito barulho já foi feito em torno do tema. A despeito das boas e das más publicações, os benefícios do Yoga, como a redução da pressão arterial, regulação hormonal, alívio dos sintomas da ansiedade e depressão, entre outros, são comprovados cientificamente, assim não sobra margem para dúvidas. Yoga funciona!

Existem inúmeros métodos de se “fazer” Yoga. Posturas corporais que vinculamos visualmente ao Yoga acabam inibindo grande parte das pessoas, pois muitas vezes, o que mostram é um estágio bastante avançado da prática ou são criações da mídia para atrair um público segmentado de pessoas jovens, magras e saradas. Isso não é Yoga.

Sim, existe Yoga para quem não tem flexibilidade, existe Yoga até para quem não pode se movimentar. Não é apenas através de movimentos corporais que o estado de Yoga pode ser alcançado, como já disse, existe Yoga para todo o tipo de pessoas, personalidades e estilos de vida. Sabia que existe um tipo de Yoga da dança? Da música? Da ação? Do sono! (essa é ótima!). Do estudo e do conhecimento? Da meditação? Da contemplação? Do som? Sabia que algumas boas e longas respirações são a base do bom Yoga? Sim, você consegue praticar Yoga mesmo se for muito agitado.

O objetivo das práticas de Yoga, seja ela qual for, é proporcionar equilíbrio físico e emocional para que a mente possa se acalmar. Assim, é possível que se alcance um estado de harmonia entre corpo, emoção, mente e espírito e então, sentir-se em estado de União.

Mas isso não é tudo. Nunca alguém, por mais didático ou intelectual que seja, conseguirá explicar o que é Yoga. Pois Yoga é uma sensação, um sentimento, e para esta explicação, só fala a voz do coração. Uma boa inspiração. Uma pausa. Uma boa expiração. Uma pausa. E assim, inspirando e expirando, você permite se lembrar: Eu Sou Quem Eu Sou. Eu Existo. Eu Estou em União.

E para a gente terminar: não deixe para se cuidar lá adiante no futuro quando algum problema aparecer. Yoga também é presença e este momento é tudo o que nós temos. Seja agora aquele que você quer ser no seu futuro! Se presenteie estando presente em cada momento e sendo você o responsável pelo seu bem estar, físico, emocional e mental.

“Namastê! Te vejo na aula de Yoga!”

(publicado originalmente em Tati Gradim)

yoga

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s